Cerveja artesanal com fuba de milho torrado é desenvolvida na Paraíba

'Forrozeiro Cream Ale' ganhou rótulo especial para o Festival Gastronômico Terroá.

Cervejaria produz cerveja artesanal com fuba de milho torrado para o Festival Terroá, na Paraíba Cevejaria Vierbrauer/Divulgação Uma cerveja feita com fuba de milho torrado, desenvolvida por uma cervejaria paraibana, foi produzida com rótulo especial para o Festival Gastronômico Terroá, que acontece neste fim de semana em Cabedelo, na Grande João Pessoa.

A cervejaria Vierbrauer participa do festival, que tem como objetivo apresentar pratos com temperos e sabores do mundo e destacar o que a Paraíba tem de melhor a oferecer na área da gastronomia.

Saiba mais sobre o Festival Terroá A cervejaria paraibana aposta na mistura de ingredientes regionais para incrementar versões da bebida e proporcionar experiências sensoriais diferentes aos consumidores.

A “Forrozeiro Cream Ale”, que ganhou um rótulo especial para o festival, foi desenvolvido durante dois meses por Kristerson Freire, de 37 anos.

Ele é sócio da empresa e responsável pelas receitas das cervejas.

A fórmula da “Forrozeiro Cream Ale” foi criada em 2019, como uma edição especial para comemoração do São João na Paraíba.

Segundo Kristerson, a fuba de milho torrado deixa a bebida mais leve, com sabor e aroma torrados semelhantes ao de biscoitos, mesmo com o percentual alcoólico de 4,5%.

De acordo com ele, nenhum outro ingrediente deixa essas características na cerveja. “Algumas pessoas estranharam, porque existe um preconceito forte com o milho.

Ganhamos aceitação e resolvemos estender [a produção] para o ano todo”, disse Kristerson enquanto justificava a permanência do produto na linha de produção da empresa.

Em média, são produzidos cerca de mil litros da “Forrozeiro Cream Ale” por mês, quantidade suficiente para cerca de 2 mil unidades da cerveja em embalagens de 500 ml.

O produto é comercializado na Paraíba e, eventualmente, no estado vizinho, Pernambuco.

A produção total da cervejaria é de aproximadamente 10 mil litros por mês.

A cervejaria costuma trabalhar com outros ingredientes regionais nordestinos e de outras regiões brasileiras, como frutas, cascas de frutas e raízes como macaxeira e batata doce. As bebidas também recebem nomes inusitados, como a “Gota Serena Sour”, produzida com polpas de goiabas cultivadas em Sousa, no Sertão do estado.

Eles fazem parte da identidade irreverente da marca.

Entre os títulos estão "Severina Lager", "Arretada Apa", "Paje Stout com Coco", "Ipa na Butija" e "La Belle Witbier".

Fuba de milho utilizada na 'Forrozeiro Cream Ale' foi lançada no São João 2020 da Paraíba Vierbrauer/Divulgação Fuba de milho produzida na Paraíba Os proprietários da Vierbrauer quiseram um ingrediente da Paraíba para ser a matéria-prima da bebida.

A fuba de milho torrado usada no produto é produzida em Esperança, no Agreste do estado. “Demos prioridades para paraibanos”, reforçou Kristerson.

Francisco Oliveira, de 54 anos, é o produtor responsável pela fuba utilizada pela cervejaria.

O negócio está na família dele há 55 anos e começou com o pai dele.

Francisco informou que foi a primeira vez que forneceu o produto para uma empresa que desenvolve bebidas.

Para ele, é importante que empresários paraibanos priorizem a compra de materiais de produtores estaduais, para auxiliar no desenvolvimento local.

Após mais de cinco décadas de trabalho, a fábrica de fuba de milho de Francisco tem cinco funcionários e distribui o produto para cinco estados do Nordeste.

Entre eles estão Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Bahia e Ceará.

Cervejaria na Paraíba desenvolve cerveja artesanal com fuba de milho Vierbrauer/Divulgação Festival Terroá O festival confirmou a presença de grandes nomes e marcas da gastronomia para participar do evento.

Destaque para a jornalista Mônica Santos, editora e coordenadora do projeto de conteúdo gastronômico da Veja Comer & Beber, que vai fazer o trabalho de escolha dos melhores chefs e restaurantes do festival.

Confira a programação completa do Festival Gastronômico Terroá. Já estão confirmadas atrações musicais como o cantor Victor Brizeno e banda, que leva folk, blues, rock, country ao evento, além de DJs.

Para as crianças, haverá oficinas sobre criação de hortinhas, com a loja Natuê Jardinaria. O Terroá é organizado pela Cantaloupe, uma plataforma de iniciativas gastronômicas criativas que têm impacto na sociedade.

Os ingressos do segundo lote estão à venda por R$ 50 (inteira) e R$ 25 (meia), e as inscrições podem ser feitas no site Sympla até este sábado (25). Mercado cervejeiro O setor de cerveja é um dos que mais empregam no país, segundo dados da Associação Brasileira da Indústria da Cerveja (Cervbrasil).

Conforme dados da instituição, o setor emprega cerca de 2,7 milhões de pessoas atualmente.

As atividades fomentadas pela área passeiam entre o agronegócio ao pequeno varejo, passando pelos mercados de embalagens, logística, maquinário e construção civil para gerar empregos diretos, indiretos e induzidos.

Categoria:Paraíba